Trailer

Katia Maciel

10/Abr/2018 – 12/Mai/2018

Voltar a lista de exposições

Press Release

Artista e poetisa, reconhecida pela realização de vídeos e instalações, Katia Maciel experimenta, em sua segunda exposição individual na Zipper, a construção de uma série de objetos que se definem a partir da relação entre palavra, superfícies refletoras e o espectador. A artista revisita a própria produção ao se apropriar de títulos de trabalhos anteriores e propor, em estruturas de espelho e vidro, uma montagem de fragmentos da sua obra – daí o título da mostra, “Trailer”. Com curadoria de Ismar Tirelli Neto, a mostra inaugura no dia 10 de abril, durante o Gallery Night no bairro dos Jardins, roteiro de galerias que antecede a abertura da SP-Arte.


“Duchamp considerava o título de suas obras como uma tinta invisível. Nesta exposição, coloco o título em primeiro plano e a palavra e seu uso se constituem como objeto poético. Títulos antes referidos ao meu trabalho em vídeo não são retirados do seu campo semântico, o que há é o desdobramento da obra como imagem de si mesma, deslocada da situação de projeção para a de pura reflexão”, afirma a artista.


A sequência de objetos-poema usa como suporte o espelho e o vidro, e, portanto, o reflexo do observador é incorporado ao trabalho. Como na obra “Círculo Vicioso”, em que as duas palavras, impressas em torno do objeto circular no nível do chão, giram a partir do gesto do espectador, que se vê aprisionado na imagem em movimento. Ou em “Mesmo Assim, Assim Mesmo”, em que as palavras podem ser combinadas pela ação do espectador a partir do deslocamento da palavra em primeiro plano no trabalho.


A exposição apresenta, ainda, dois vídeos: “Repetir é esquecer o esquecimento” e o trabalho que dá nome à individual, “Trailer”, sucessão acelerada do primeiro frame de cada vídeo ou filme produzido pela artista. “Após anos dedicados a demonstrar – com calma característica – a instabilidade fundamental das imagens à nossa volta, Katia Maciel, ela própria arquiteta de imagens, propõe-se agora desestabilizar seu próprio trabalho, friccionando-o contra um campo até então inexplorado”, escreve o curador da exposição.


“Trailer” fica em cartaz até 12 de maio.


Sobre a artista


Katia Maciel (Rio de Janeiro, Brasil 1963) é artista, poeta e professora da Universidade Federal do Rio de Janeiro. Sua obra investiga o imaginário próprio das imagens em relações com a paisagem, os objetos e a palavra. Em seus vídeos e instalações, a influência do cinema é flagrante na escala, na poética do movimento, na inclusão do espectador. Seus trabalhos estiveram em exposições no Brasil, na Colômbia, no Equador, no Chile, na Argentina, no México, nos Estados Unidos, na Inglaterra, na França, na Espanha, em Portugal, na Alemanha, na Lituânia, na Suécia e na China. Recebeu, entre outros, os prêmios: Prêmio Honra ao Mérito Arte e Patrimônio (2013), Prêmio da Caixa Cultural Brasília (2011), Funarte de Estímulo à Criação Artística em Artes Visuais (2010), Rumos Itaucultural (2009), Prêmio Sérgio Motta (2005), Petrobrás Mídias digitais (2003), Transmídia Itaúcultural (2002), Artes Visuais Rioarte (2000). As obras da artista encontram-se nas coleções Gilberto Chateaubriand, Museu de Arte do Rio, no Museu de Arte Moderna de São Paulo, Oi Futuro do Rio de Janeiro e Maison Européenne de la Photographie, entre outras.


Sobre o curador


Ismar Tirelli Neto (Rio de Janeiro, Brasil, 1985) é poeta, ficcionista, tradutor e roteirista cinematográfico. Já teve textos publicados em O Globo, Folha de São Paulo, Suplemento Pernambuco, Modo de Usar & Co., Escamandro, Blog do Instituto Moreira Salles, Revista Pessoa, Neue Rundschau (Alemanha), Relâmpago (Portugal), Jacket2 (EUA), entre outros. Vive atualmente em Curitiba. É autor dos livros “synchronoscopio”, “Ramerrão” e “Os Ilhados”, todos lançados pela editora 7Letras.

Texto crítico

Em breve.

Catálogo