Exposições

ZIP'UP | ABERTURA | PATRÍCIA ARAUJO

blog.Category.None

ZIP'UP | ABERTURA | PATRÍCIA ARAUJO

O espaço Zip'Up recebe Patrícia Araújo. A curadoria é de Galciani Neves.

No dia 18 de março, das 19h às 22h, o espaço Zip’Up promove a abertura de O corpo é eu: diários sobre a distância, individual de Patrícia Araujo.

Na mostra, com curadoria de Galciani Neves, a artista trata a imagem como dispositivo para transformação da memória e como registro de expressões performáticas em seus mais distintos processamentos: vasculhando espaços e os reconstituindo à existência, construindo arquivos, tomando o relato como narrativa e propondo dinâmicas para auto-observação.

Encarando essas questões, Patrícia Araujo constrói a partir do corpo (ou tendo o corpo como suporte) imagens e narrativas, que traduzem e renomeiam o tempo, a distância e o deslocamento. Os trabalhos questionam a convivência do ser humano com as lembranças, como o corpo guarda as marcas da vida e a elaboração de narrativas distintas a respeito dos acontecimentos a cada vez que estes são revistados.

Patrícia Araujo
Fortaleza, 1987
É mestre Poéticas Visuais pela ECA-USP e desenvolveu uma pesquisa que aborda o processo de criação a partir da situação da viagem / deslocamento / ruptura. Integrou o 61º Salão de Abril com o Projeto Saia. Entre as exposições mais recentes integrou A 4 graus do Equador (Ateliê 397, SP) e Pernambuco Convida (Galeria Arte Plural, PE), Saia (Galeria Ímpar, SP), Arte Agora (Galeria Lourdina Lourdina Jean Rabieh), Todo Mundo Sabe - que as nossas cidades e corpos foram feitos para ser destruídos (Galera Mônica Filgueiras) e fez parte da Ocupação colaboratório no Centro Cultural São Paulo. 

Sobre Galciani Neves
É doutora em Comunicação e Semiótica e membro do corpo docente da FAAP. Foi editora do site da 29ª Bienal Internacional de São Paulo, onde publicou relatos críticos da mostra. Produziu conteúdo para a Fundação Bienal de São Paulo e ministrou as aulas de História da Arte no Curso de Formação de Educadores da instituição entre 2010 e 2012. Atualmente é uma das críticas do Paço das Artes e colaboradora da revista acadêmica da PUC-SP Tessituras & Criação, realiza atividades de acompanhamento de artistas e pesquisas sobre arte contemporânea.

Notícias relacionadas